quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Projeto Vênus: Projetando o Futuro


Projeto Vênus


“Projetando o Futuro" é um documentário sobre o Projeto Vênus, que tem como objetivo nada menos que redesenhar o futuro e mostrar uma nova direção para a nossa cultura. Muitos se preocupam hoje com problemas que assombram nossa sociedade: desemprego, violência, crime, substituição dos homens pela tecnologia, alta densidade demográfica e desequilíbrio do meio-ambiente.

Jacques Fresco, engenheiro, futurista, futurólogo, idealista, cientista social e humano, nas horas vagas, é o fundador desse projeto, que visa melhorar a qualidade de vida no futuro e combater todos esses problemas. Jacques afirma que há aqueles que especulam sobre como será o futuro e suas tendências, já ele prefere projetar o futuro efetivamente. Seus projetos tem inovações, incentivos à educação e um plano consistente juntando o melhor que a ciência e a tecnologia podem oferecer para estabelecer a ordem social.

Jacques Fresco é considerado por muito como o Da Vinci moderno. Muitos de seus projetos podem parecer ficção científica, mas todos possuem um planejamento estratégico e de implementação. Fresco vai além de conceituar carros ou prédios modernos. Ele enxerga cada projeto e cada nova construção como parte de um grande quebra-cabeça que, tomando sua forma, pode remodelar nossa sociedade.

Para saber mais, visite o site do documentário "Future by Design" e o site da organização "The Venus Project.”
  

terça-feira, 20 de setembro de 2011

DIA 21 DE SETEMBRO: DIA DA ÁRVORE: FLORESTA FAZ A DIFERENÇA!

PELAS FLORESTAS, PELA ÁGUA, PELA AGRICULTURA SUSTENTÁVEL, POR UMA LEI QUE GARANTA A PROTEÇÃO DE NOSSOS RECURSOS NATURAIS






 ACONTECE NA AIRUMÃ

Prezados

A SPVS e a Prefeitura de Curitiba estão implementando um Plano de Ação para Controle de Espécies Exóticas Invasoras em Reservas Particulares do Patrimônio Natural Municipal (RPPNM) e áreas afins, que será apresentado e aplicado na propriedade de Terezinha Vareschi (Airumã Estação Ambiental, em processo de criação de RPPNM) como projeto piloto. 
O Sr. Orlando Cini, RPPNM Ecoville, já confirmou presença.

Data: 26 de setembro


PLANO DE AÇÃO PARA CONTROLE DE ESPÉCIES EXÓTICAS INVASORAS EM RPPNM E ÁREAS AFINS
 
Execução: Prefeitura Municipal de Curitiba – SPVS e Instituto Hórus
 
Responsável Técnica: Sílvia R. Ziller - Fundadora e Diretora Executiva do Instituto Hórus de Desenvolvimento e Conservação Ambiental
Público: Proprietários de RPPNM e áreas afins / estudantes interessados
 
Local: Airumã Estação Ambiental,  Avenida Fredolin Wolf, 3539 – Santa Felicidade – Curitiba. Propriedade de Terezinha Vareschi. Fone: 3016-9346/9610-5084
 
Data: 26 de setembro de 2011 – (segunda-feira)
 
Programação:
 
9:00 – Abertura
 
9:15 – Como definir prioridades para controle de espécies exóticas invasoras em Áreas Protegidas
 
10:30 até 12:00 – Prática de campo (necessita-se de voluntários)
 
12:00 às 13:00 – Intervalo para Almoço
 
13:00 – Prática de campo (necessita-se de voluntários)
 
16:00 às 17:00 – Coffee break e encerramento.
 
Por gentileza, confirme sua presença pelo telefone 3094-4602 ou 3339-4638 ou por e-mail betina@spvs.org.br.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Airumã Estação Ambiental e Áreas de Preservação Vizinhas Invadidas!

Sem a autorização de seus proprietários e moradores, APPs - Áreas de Preservação Permanente, nas proximidades do Parque Tíngui, entre elas futuras RPPNMs – Reservas do Patrimônio Natural Municipal,  como a Airumã Estação Ambiental, foram invadidas esta semana, causando danos ambientais.

As fotos mostram a abertura de uma picada de aproximadamente 500 metros atravessando várias propriedades particulares, ao longo da mata, no fundo de vale, beirando córregos e nascente, com piquetes marcando o solo e marcações nas árvores, feitas por profissionais da topografia contratados por um condomínio próximo a estas áreas.

O referido condomínio pretende passar  tubulações de rede de esgoto em todas as APPS, infringindo leis ambientais e de propriedade privada, mesmo tendo outra opção tecnicamente viável que não agride a natureza.

Contamos com os amigos da Natureza e de Curitiba que divulguem este absurdo, e que juntos possamos nos apoiar para que ações como esta sejam punidas pela Lei. 

Afinal, Curitiba merece continuar sendo chamada Capital Ecológica e pessoas que só pensam em benefício próprio, causando danos ao meio ambiente devem também receber a devida punição. Basta de impunidade!

Com gratidão,

Equipe da Airumã

Fotos da Invasão das Propriedades Particulares em APPS e Futuras RPPNMs