quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013




CONVITE ABERTO A TODOS OS INTERESSADOS

VAMOS  JUNTOS DESENHAR O FUTURO DA APAVE

Dia 16 de março, sábado, das 09 às 17 horas na Airumã Estação Ambiental

A APAVE nasceu em 2011 da vontade de um pequeno grupo compromissado em contribuir para a preservação deste inestimável patrimônio natural que são as matas nativas de Curitiba e RM.

Juntos trabalhamos com determinação, perseverança e espírito de equipe.  De lá para cá a APAVE vem crescendo. Podemos nos orgulhar dos resultados conseguidos, mas sabemos que ainda há muito a ser feito. Acreditamos que agora é o momento de juntos decidirmos qual o rumo que queremos para ela.

Assim, dia 16 de março de 2013, sábado, das 09 às 17 horas, convidamos aos interessados para participarem do encontro que acontecerá na Airumã Estação Ambiental. Através de dinâmicas vivenciais, desenharemos a Carta de Identidade da APAVE, sua Visão de Futuro, Missão e muito mais.

A metodologia aplicada será a Investigação Apreciativa: “em sua forma mais prática, IA é uma abordagem inovadora que, seletivamente, busca localizar, ressaltar e iluminar as propriedades daquilo “que dá vida” a qualquer organização ou sistema humano, ajuda a organizar o futuro de maneira que venha a desencadear e promover o espírito da cooperação humana em cada um de nós.”

O Facilitador do processo será o Eduardo Manoel Araújo da Aliança Nosso Paraná Sustentável, o qual muitos de nós já tivemos a oportunidade de conhecer. O Eduardo gentilmente está disponibilizando seu sábado construindo juntamente conosco o futuro da nossa APAVE.

Venha com roupa confortável, traga alimento e bebida prá compartilharmos. Para as dinâmicas de grupo traga lápis de cor, giz de cera, tesoura, cola e materiais de colagem que queira utilizar.

Façamos deste encontro uma belíssima ocasião prá alinhar nosso propósito comum, nos conhecermos um pouco mais, pois somos nós a Alma e o Coração que move a APAVE.

Por gentileza, confirme sua participação.

Cordialmente,

Terezinha Vareschi
Presidente da APAVE
3016-9346
96105084
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ações da APAVE-Associação dos Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e RM em prol das nossas matas nativas. Reunidos na SMMA a convite do Superintendente de Controle Ambiental, Raphael Rolim de Moura. Apoio total da nova gestão da SMMA para as RPPNMs-Reservas Particulares do Patrimônio Natural Municipal.
 
 
 
Foto: Ações da APAVE-Associação dos Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e RM em prol das nossas matas nativas. Reunidos na SMMA a convite do Superintendente de Controle Ambiental, Raphael Rolim de Moura. Apoio total da nova gestão da SMMA para as RPPNMs-Reservas Particulares do Patrimônio Natural Municipal. 
 
 


 

APAVE: Bosque Bom Retiro será Preservado e Recuperado!



O Bosque Bom Retiro será totalmente preservado pela Incorporadora Invespark, atual proprietária da área onde se localiza o mesmo. A APAVE - Associação dos Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e RM, com sua filosofia de buscar o diálogo entre as partes envolvidas na questão da preservação de áreas com remanescentes com matas nativas, procurou a Invespark para um esclarecimento sobre a questão da preservação da mata existente na propriedade. 
A Invespark já realizou todo o levantamento florístico do bosque que possuí inúmeras espécies de exóticas invasoras que já comprometem seriamente a biodiversidade da flora local. A SPVS - Socieda de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental visitou a área juntamente com integrantes da APAVE e da Invespark. Juntos buscaremos a melhor forma de conservação e recuperação do bosque que continuará prestando inestimáveis serviços ambientais a toda a população de Curitiba.
Parabéns a todos os envolvidos que demonstram que com diálogo, respeito às leis ambientais existentes, profissionalismo, ética e amor à natureza podemos deixar esta cidade bem melhor!

  Elenise Sipinki (SPVS), Eduardo Quiza (Invespak) e Terezinha Vareschi (APAVE)

 

 


Ricardo Mesquita (APAVE) e Eduardo Quiza ( Invespark)




 SPVS e Equipe Invespark




quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

A relevância do potencial construtivo para o incentivo à criação de RPPNM -Reserva Particular do Patrimônio Natural Municipal em Curitiba.

O potencial construtivo é a moeda de troca que a PMC oferece aos proprietários que transformarem suas áreas com matas nativas em RPPNM - Reserva Particular do Patrimônio Natural Municipal. Do 18% de remanescentes de floresta nativa, 15% são de proprietários partuculares e 3% áreas públicas.
Mais de 800 propriedades em Curitiba têm condições de se tornarem Reservas Particulares e assim contribuirem para a preservação da biodiversidade local e beneficiar a população como um todo. É preciso buscar urgentemente  mecanismos de compensação financeira que auxiliem os proprietários a manterem estas áreas!

"A compra de potencial construtivo dá ao proprietário de um imóvel o direito de exceder os limites de construção fixados pela legislação municipal. No ano passado, somente a prefeitura arrecadou R$ 34 milhões com a venda desses títulos, quase o mesmo valor de 2011 (R$ 35 milhões), o que mostra que a queda na comercialização foi maior na negociação direta entre proprietários de imóveis. Glock afirma que a prefeitura não sabe informar o valor em dinheiro do potencial negociado entre particulares, porque o resultado depende muito do tipo de potencial envolvido, que pode se referir, por exemplo, a um patrimônio histórico ou uma área verde de preservação permanente."

Link: Venda de potencial construtivo tem queda de 31% - Vida e Cidadania - Gazeta do Povo

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Amit Goswami: O Ativismo Quântico e a Economia Espiritual

"Amit Goswami, renomado físico e idealizador do Ativismo Quântico, fala sobre o novo conceito de Economia Espiritual e como ela pode transformar a sociedade ao suprir as necessidades não materiais que o capitalismo concebido por Adam Smith excluiu da equação."