quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Secretários de Meio Ambiente dos municípios da região metropolitana de Curitiba estão iniciando a elaboração de um plano conjunto de conservação da Biodiversidade.





Secretários de Meio Ambiente dos municípios da região metropolitana de Curitiba estão iniciando a elaboração de um plano conjunto de conservação da Biodiversidade. A discussão desse plano foi um dos temas da segunda reunião do Fórum de Secretários do Meio Ambiente da Região Metropolitana de Curitiba, que aconteceu nesta quarta-feira (21) no município de Almirante Tamandaré. Durante a reunião também foram apresentados os primeiros resultados de um estudo ambiental da região.

Esta é a primeira vez que acontece uma articulação deste porte na área ambiental, entre Curitiba e os municípios vizinhos. “Isso será fundamental para que possamos traçar metas conjuntas”, explica o secretário do Meio Ambiente de Curitiba e presidente do Fórum, Renato Lima.
“Os processos da natureza não respeitam os limites geográficos. Não podemos tratar de questões tão importantes, como a recuperação dos rios e a gestão de resíduos sólidos, isoladamente. O desafio é enorme, mas as questões ambientais são comuns e devem ser tratadas em conjunto”, disse.

Lima enfatizou, ainda, que a elaboração do Projeto de Conservação da Biodiversidade da Região Metropolitana de Curitiba será uma importante ferramenta para todos.
Outros assuntos deliberados na reunião foram a agilidade na liberação de licenças junto ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP), a filiação dos municípios na Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anamma) e a 4ª Conferência Estadual do Meio Ambiente, que será realizada nos dias 5 e 6 de setembro, em Foz do Iguaçu.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

E-CONS no Fórum Sustentabilidade e Governança



Estivemos participando do Fórum representando o Programa E-CONS - Empreendedores da Conservação,  pela SPVS - Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental.

Uma oportunidade e tanto de buscar compreender e aprender sobre este novo paradigma de desenvolvimento onde cada vez mais a sustentabilidade tem que sair do discurso e ser incorporada na prática, seja a nível pessoal quanto organizacional. Valeu em todos os sentidos!

Terezinha Vareschi
E-CONS na proteção de florestas urbanas em Curitiba e RM.