quinta-feira, 1 de outubro de 2015

o Brasil sedia o "Workshop Regional da América Latina e Caribe sobre Cumprimento das Metas 11 e 12 de Aichi", promovido pela CDB, em Curitiba (PR)

A RPPNM Airumã é citada no workshop como uma das Reservas Particulares que está fazendo a diferença para a preservação da biodiversidade, no caso em área urbana. 







Curitiba (28/9/0215) – Um grande compromisso global: 193 países trabalham para cumprir vinte Metas Globais de Biodiversidade, conhecidas como Metas de Aichi. O objetivo das metas é desenvolver ações concretas que interrompam o desaparecimento de formas de vida, em todo o planeta, até o ano de 2020, quando se encerra a década da biodiversidade
O trabalho é coordenado pela Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) – tratado da Organização das Nações Unidas (ONU) – principal fórum mundial para questões relacionadas ao tema. Para a CDB, é necessário que a biodiversidade seja parte das agendas de governos e sociedades, assumindo que a questão ambiental está diretamente relacionada ao bem-estar humano, aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e à redução da pobreza.
A biodiversidade sustenta o funcionamento dos ecossistemas e dos serviços ambientais (água, alimentos, ar) que eles fornecem. Na Terra, há cerca de 8,7 milhões de espécies (animais, microorganismos, fungos e plantas), estima a ONU. Com vinte por cento de todas as espécies do planeta, o Brasil é principal país megadiverso (ou de maior biodiversidade), entre os 17 países desta categoria.
Reunião no Brasil
Nesta semana (28 a 30/9), o Brasil sedia o "Workshop Regional da América Latina e Caribe sobre Cumprimento das Metas 11 e 12 de Aichi", promovido pela CDB, em Curitiba (PR). No evento, o país é representado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), autarquia responsável pelas Unidades de Conservação federais. Participam do encontro 42 representantes, de 20 países da região.

É Primavera na Reserva Airumã!














Fotos de Maria Cristina Vieira

Ativistas de várias cidades ao redor do mundo defendem as árvores urbanas – para diminuir a poluição, aumentar o valor da terra e até mesmo te rejuvenescer.

http://www.vivafloresta.org/como-as-arvores-urbanas-podem-salvar-nossas-cidades/

6e376d10-940a-4280-b98c-cdc85e38528b-2060x1236
 "...as árvores de rua são estimadas e estão em perigo como nunca – assoladas por doenças e falsos seguros contra sinistros, e por autoridades locais gananciosas que apenas enxergam seus potenciais custos em oposição à sua contribuição para o clima, para a saúde pública e até mesmo para a riqueza de uma cidade. Desde que Roger Ulrich descobriu em 1984 que pacientes aparentam se recuperar mais rapidamente de cirurgias com vistas verdes, um corpo de evidências científicas tem demonstrado os benefícios para a saúde – e para a riqueza – das árvores nas cidades."

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Cartilha orienta como preservar e ganhar dinheiro com pinheiro!

09/08/2015 07h30 - Atualizado em 09/08/2015 09h00

Cartilha orienta como preservar e ganhar dinheiro com pinheiro

Das 399 cidades do Paraná só 180 têm pinheiros. 
E conheça a Araucária de 800 anos que fica nos Campos Gerais.

Do G1 PR
Para cortar um Pinheiro órgãos ambientais precisam autorizar. Dos 399 municípios do Paraná apenas 180 têm Pinheiros. A espécie corre risco de extinção e a fiscalização é bastante rígida no estado.
Para incentivar a produção a Emater, Iap, Sema e Ministério Público elaboraram uma cartilha que traz orientações sobre como explorar a Araucária, sem prejudicar o manejo ou degradar o meio ambiente. " Ela coloca a importância das áreas protegidas por lei. Sendo uma árvore produtora de alimentos que é o pinhão", fala Ednei Bueno do Nascimento, agrônomo da Caopma. 
Para Henrique Salgado o Pinheiro é uma importante fonte de renda. Cultivar a árvore é uma tradição de família. O pai do agricultor começou  o cultivo. Hoje quem colhe os frutos são os herdeiros. 

A Reserva Airumã é uma UC - Unidade de Conservação em área urbana!

A Reserva Airumã é uma UC- Unidade de Conservação em área urbana que juntamente com mais 16 RPPNMs- Reservas Particulares do Patrimônio Natural Municipal, somam mais de 140 mil m² de florestas preservadas para todo o sempre em Curitiba. Já pararam prá pensar os benefícios que elas trazem prá população da cidade?

Reservas biológicas, estações ecológicas, parques nacionais e estaduais e reservas particulares são algumas das modalidades de Unidades de...
GAZETADOPOVO.COM.BR

O Secretário do Meio Ambiente do Paraná conhece RPPNMs em Curitiba.

O Secretário do Meio Ambiente do Paraná conhece RPPNMs em Curitiba



Em frente à Vovó Airumã na RPPNM Airumã


Em frente à RPPNM Cascatinha
O secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ricardo Soavinski, visitou duas RPPNMs (Reserva Particular do Patrimônio Natural Municipal), localizadas no bairro de Santa Felicidade, em Curitiba. 
A visita foi um convite dos proprietários e membros da APAVE (Associação dos Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e Região Metropolitana). “É de extrema importância o modelo de RPPNs em que áreas de preservação de remanescentes estão contidas dentro de áreas urbanas. Modelos que poderiam ser seguidos por outros estados e que começou na gestão do então prefeito de Curitiba, o atual governador, Beto Richa”, disse Ricardo Soavinski. 

A Airumã Estação Ambiental foi a primeira reserva visitada. Dos 36 mil metros quadrados, 80% são de área de mata com araucária. “Nada do que tem aqui pode ser mexido, então para garantir que ninguém vai nunca cortar ou construir aqui, optei por transformar em uma RPPNM. Isso me dá um imenso orgulho”, diz Terezinha Vareschi, dona da propriedade. 

A Reserva Cascatinha, também visitada por Soavinski, tem 8 mil metros quadrados, e além da mata com araucária, protege ainda a mata ciliar do rio Cascatinha, Bacia do Rio Barigui. O proprietário Eurico Borges dos Reis fez o levantamento da biodiversidade existente no local e encontrou animais e plantas raros na cidade, como a lontra.

“A proteção dessas RPPNMs possibilita benefícios para os serviços ambientais que são desenvolvidos com a sociedade. Isso é excelente”, afirma a coordenadora de Biodiversidade e Florestas da Secretaria, Sueli Ota, que acompanhou as visitas junto com o diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Guilherme Vasconcelos. 

RPPNs - O município de Curitiba foi pioneiro ao instituir, em 2007, em sua legislação municipal a criação de Reserva Particular do Patrimônio Natural Municipal como mecanismo de conservação da diversidade biológica nas propriedades particulares urbanas cobertas por vegetação nativa em bom estado de conservação. Atualmente a cidade conta com mais de 10 áreas de RPPNM.


sábado, 18 de julho de 2015

Hoje, 18 de julho, é Dia Internacional de Nelson Mandela

Estamos presenciando, mundo afora, a mobilização da sociedade civil liderada por pessoas, como nós, que estão fazendo a diferença prá melhor. Juntos somos fortes! Podemos, sim, provocar importantes mobilizações para que as mudanças que queremos aconteçam no nosso bairro, na nossa cidade, no nosso país e no planeta! Pense globalmente e aja localmente!


Hoje, 18 de julho, é Dia Internacional de Nelson Mandela. A data foi instituída em novembro de 2009 pela ONU devido à contribuição do ex-presidente sul-africano para a cultura da paz e da liberdade

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Roda de Conversa APAVE neste sábado 18 de julho. Todos são bem vindos!

Neste sábado, 18 de julho, acontece nossa Roda de Conversa APAVE. Vamos juntos compartilhar o que estamos fazendo em prol da preservação de nossas florestas em Curitiba e Região Metropolitana.
Os que já nos conhecem, muito nos alegra sua participação neste dia e os que querem conhecer nossa ações, esta é uma ótima oportunidade.
Nos reunimos na RPPNM Airumã que vale conhecer: 
Veja o convite abaixo. Você é muito bem vindo! 
Abraços.
Terezinha Vareschi
www.apavecuritiba.blogspot.com.br
www.facebook.com/ecoairuma
www.facebook.com/ecoairumawww.airumaestacaoambiental.blogspot.com.br


sábado, 6 de junho de 2015

Programa Negócios da Terra na RPPNM Airumã - Fotos
















Programa Negócios da Terra gravando na Airumã Estação Ambiental!

A equipe da SBT esteve esta semana gravando uma matéria para o programa "Negócios da Terra" da Rede Massa -SBT, sobre a horta-mandala e a floresta com araucária na RPPNM Airumã. Gostamos muito deles. Excelentes profissionais, calmos e tranquilos. Muito bom mesmo! — com Fabiano Franciosi em Airumã Estação Ambiental. A matéria sai neste ou no próximo sábado às 8h.
A equipe da SBT esteve esta semana gravando uma matéria para o programa "Negócios da Terra" da Rede Massa -SBT, sobre a horta-mandala e a floresta com araucária na RPPNM Airumã. Gostamos muito deles. Excelentes profissionais, calmos e tranquilos. Muito bom mesmo!


A espécie de abelha sem ferrão é brasileira e inofensiva.

Uma iniciativa prá ser replicada Brasil afora!
Por falta de informação, inúmeras colmeias são destruídas diariamente. Entretanto, a espécie de abelha sem ferrão é brasileira e inofensiva. Além disso, tem uma importante função na sociedade, polinizando mais de 70% das plantas que alimentam a humanidade.

Qualquer lugar onde esteja a colmeia, o grupo é habilitado para salvá-las.
CICLOVIVO.COM.BR|POR CICLOVIVO - HTTP://WWW.CICLOVIVO.COM.BR

Ética: Meio Ambiente e Sustentabilidade



Compartilhando o documentário feito por alunas da PUC na RPPNM Airumã, onde tivemos um bate-papo bem legal sobre Ética, Meio Ambiente e Sustentabilidade!




sábado, 23 de maio de 2015

Alunos de Ecologia Floresta da UFPR em visita à Reserva Airumã

Concluída a primeira etapa de levantamento de regeneração natural da Floresta com Araucária na RPPNM Airumã Estação Ambiental. Agora se inicia a avaliação da chuva de sementes e predação de araucária. Pesquisa científica que está sendo feita pelo professor Román Rios da UFPR -Engª Florestal que trouxe neste sábado (23/maio) sua turma de Ecologia Florestal para que eles conheçam a Floresta com Araucária em bom estado de conservação e o nosso projeto. Conversamos sobre as ações da APAVE e da RPPNM Airumã. Bom demais estar com esta galera!